Fornecedor/Proteção de dados

Os conteúdos e informações de produto apresentados nesta página web são da responsabilidade da Mercedes-Benz Portugal, S.A.

Mercedes-Benz Portugal, S.A.
Rua Gottlieb Wilhelm Daimler
Lugar da Abrunheira
2710-037 Sintra
Portugal
Telefone: +351 21 925 70 00
E-Mail: info_mbp@mercedes-benz.com

NIPC: 500049424
Registada na Conservatória do Registo Comercial de Sintra sob o mesmo número
Capital social: 7 500 000 EUR

 

Centro de Assistência a Clientes
Nr. nacional: 00800 9 777 7777
Nr. alternativo: +351 210 608 107
E-mail: clientesmbp@cac.mercedes-benz.com

O horário de atendimento telefónico para contactos ou esclarecimento de dúvidas é todos os dias úteis entre as 9h e as 18h.

smart road assistance
Nr. nacional: 00800 2 777 7777
Nr. alternativo: +351 213 164 154

 

Direitos de autor

Copyright Mercedes-Benz Group AG. Todos os direitos reservados. Todos os textos, imagens, gráficos, conteúdos de som, vídeo e animação existentes neste site, bem como a sua composição e respetivos arranjos encontram-se protegidos por direitos de autor e demais leis de propriedade intelectual e industrial. Estes elementos não poderão ser reproduzidos ou divulgados para fins comerciais ou de distribuição, nem alterados ou modificados para utilização noutros sites.. Algumas das páginas da Internet da Mercedes-Benz Portugal poderão conter material protegido por direitos de autor que constituem propriedade intelectual dos seus fornecedores e/ou terceiros que os disponibilizaram.

 

Produtos e preços

Após o fecho de redação de páginas individuais podem ter surgido alterações nos produtos e serviços. Ressalva-se as modificações na construção ou formato, desvios nas cores e alterações no volume de equipamentos ou extensão de serviços por parte do construtor durante o período de fornecimento, desde que estas alterações ou desvios sejam admissíveis para o comprador, tendo em consideração os interesses da Mercedes-Benz Portugal. As ilustrações podem conter também acessórios, equipamentos opcionais ou outras extensões que não fazem parte das especificações de série ou do âmbito dos serviços. Alterações nas cores devem-se à técnica de impressão. Páginas individuais poderão também apresentar modelos e serviços que não são oferecidos em todos os países ou regiões. Excepto se de outra forma disposto nos Termos e Condições aplicáveis. São aplicáveis os preços em vigor no dia de fornecimento. Para os nossos concessionários, os preços são considerados preços recomendados não vinculativos. Para mais informações sobre a versão mais recente, contacte um smart Center ou um concessionário.

Pode consultar mais informações sobre o consumo de combustível oficial e as emissões específicas de CO2 oficiais dos novos veículos ligeiros de passageiros no "Guia de Economia de Combustíveis", disponível gratuitamente em todos os pontos de venda e no site do IMT (http://www.imt-ip.pt).

 

Marcas registadas

Salvo indicação em contrário, todas as marcas mencionadas nas páginas na internet da Mercedes-Benz são marcas registadas e juridicamente protegidas, o que é válido em particular para os nomes de modelos, assim como para todos os logótipos e emblemas da empresa.

 

Direitos de licença

É intenção da Mercedes-Benz Portugal oferecer-lhe um programa de Internet inovador e informativo. Esperamos que este esforço criativo desperte em si o mesmo entusiasmo que despertou em nós. Solicitamos a sua compreensão para o dever que a Mercedes-Benz Portugal e a Mercedes-Benz Group AG têm de proteger a sua propriedade intelectual, patentes únicas, marcas comerciais e direitos de autor, e que estas páginas da Internet não concedem quaisquer direitos de licença para a propriedade intelectual ou industrial da Mercedes-Benz Portugal ou da Mercedes-Benz Group AG. 

 

Declarações sobre futuros desenvolvimentos

Muitas páginas de Internet contêm declarações de perspetiva futura baseadas em convicções da administração da Mercedes-Benz Group AG. Ao utilizar palavras como "esperar", "avaliar", "contar com", “acreditar”, “projectar”, “antecipar”, "tencionar" e "planear", e outros termos análogos, nestas páginas de Internet, pretendemos identificar as declarações sobre desenvolvimentos futuros. Essas declarações representam o ponto de vista da Mercede-sBenz Portugal e/ou Mercedes-Benz Group AG relativamente a eventos futuros no momento em que são pronunciadas e estão sujeitas a alguns riscos e incertezas. Há várias influências que podem fazer com que os resultados reais sejam significativamente diferentes daquele aqui enunciados, expressa ou implicitamente. Entre essas influências incluem-se, entre outros aspetos, alterações nas condições económicas e sociais geral, alterações nas taxas de câmbio, taxas de juro a introdução de produtos da concorrências, a aceitação insuficiente de novos produtos e serviços e alterações na estratégia empresarial. A Mercedes-Bens Portugal e a Mercedes-Benz Group AG rejeitam qualquer intenção ou obrigatoriedade de atualizar estas declarações de perspetiva futura.

 

Responsabilidade

As informações e indicações nestas páginas não representam nenhuma promessa ou garantia, expressa ou tácita. Em particular, não representam nenhuma promessa ou garantia tácita em relação às características, à natureza, à capacidade de comercialização, à adequação para determinados fins ou à não violação de direitos de autor. Nas nossas páginas de Internet poderá encontrar links para outras páginas de Internet. Queremos, deste modo, chamar a atenção para o facto de não termos qualquer influência sobre a configuração, conceção e conteúdos das páginas para as quais é redirecionado. Não podemos, portanto, garantir ou assumir qualquer responsabilidade relativamente à atualidade, exatidão, adequação, correção, integridade ou qualidade da informação aí disponibilizada. Perante esta situação, distanciamo-nos, desde já, de todos os conteúdos nas referidas páginas de Internet. Esta declaração aplica-se a todas as páginas de Internet que contenham links para páginas externas e aos respetivos conteúdos.

 

Informações sobre a resolução de litígios em linha

A Comissão da UE criou uma plataforma na Internet para a resolução de litígios em linha (a chamada "Plataforma RLL"). A plataforma RLL serve de ponto de contacto para a resolução extrajudicial de litígios relativos a obrigações contratuais que resultam de contratos de compra online. Poderá aceder à Plataforma RLL através do seguinte link:

http://ec.europa.eu/consumers/odr

 

Veículos em fim de vida

A lei referente aos veículos em fim de vida é aplicável em conformidade com as disposições nacionais. A Mercedes-Benz Group AG já cumpre há vários anos todos os requisitos legais de uma produção visando a reciclagem e revalorização de materiais. Está disponível uma rede de centros de recolha e desmantelamento para recolha de veículos em fim de vida, onde o seu automóvel será tratado com métodos que respeitam o meio ambiente. As possibilidades de revalorização dos automóveis e seus componentes estão em permanente desenvolvimento e aperfeiçoamento. Assim sendo, de futuro, a Mercedes-Benz Group AG cumprirá também atempadamente o aumento das quotas de reciclagem estabelecidas por lei.

Os proprietários de um Veículo em Fim de Vida (VFV) devem entregá-lo, gratuitamente, num centro de abate licenciado.

Aquando da entrega de um VFV o seu proprietário/ detentor deve:

   - Entregar os originais do Livrete e do Título de Registo de Propriedade do veículo, ou o Certificado de Matrícula;

   - Apresentar o seu Cartão de Cidadão ou Bilhete de Identidade e Cartão de Contribuinte;

   - Requerer o cancelamento da matrícula, através do preenchimento do impresso Modelo 9 do Instituto da Mobilidade e dos Transportes - IMT 

Caso pretenda entregar o seu smart em fim de vida sem qualquer custo, entre em contacto com os centros de receção da rede Valorcar. Poderá consultar informações sobre os pontos de entrega e recolha para o seu veículo em fim de no site da VALORCAR: http://www.valorcar.pt/pt/lista-centros/VFV. Também pode obter informações sobre os centros de abate licenciados através da Mercedes-Benz, através do (…) ou por e-mail: (…).

Após a entrega do seu VFV num dos pontos de recolha, estes serão submetidos a:
- Pré-tratamento –  neutralização dos componentes pirotécnicos e remoção de lubrificantes e líquidos;
- Desmantelamento – remoção de diversos componentes para reciclagem de materiais. Algumas peças desmontadas poderão ser reutilizadas directamente ou após processamento;
- Os veículos desmantelados são entregues aos centros de fragmentação, onde são triturados e separados em fragmentos distintos. Grande parte dos materiais é reintroduzida no ciclo de materiais.

Com a aplicação do processo acima descrito, verificou-se uma taxa de reciclagem de material de 85% e uma taxa de recuperação de 95%, com base no modelo de cálculo da ISO 22628. Com a entrega do seu veículo e a reutilização eficiente dos materiais que lhe está associada, está a prestar um valioso contributo para o fecho do circuito da reciclagem e para a protecção dos nossos recursos.

 

 

Declaração de privacidade

 

Responsável pelo tratamento nos termos do Regulamento Geral sobre a Proteção de Dados da UE (RGPD):

Mercedes-Benz Portugal, S.A. (“Nós”)

Rua Gottlieb Wilhelm Daimler, Nº 20

2710-037 Sintra

Portugal

E-mail: protecaodados.mbportugal@mercedes-benz.com

 

 

Encarregado da proteção de dados:

Mercedes-Benz Group AG

Encarregado da proteção de dados do Grupo

HPC E600

70546 Estugarda

Alemanha

E-mail: data.protection@mercedes-benz.com

 

 

  1. Proteção de dados

Agradecemos a sua visita aos nossos sites e o seu interesse nos nossos produtos. A proteção dos seus dados pessoais é muito importante para nós. Nas informações que se seguem, relativas à proteção de dados, esclarecemos a forma como recolhemos os seus dados pessoais, o que fazemos com eles, como os tratamos, para que fins e com que fundamento jurídico são tratados, e bem como os direitos que lhe assistem. Remetemos também para a diretiva de proteção de dados da Mercedes-Benz:

Diretiva de Proteção de Dados da Mercedes-Benz.

As nossas informações relativas à proteção de dados para a utilização das nossas páginas da internet e a Diretiva de Proteção de Dados da Mercedes-Benz Group AG não são válidas para as suas atividades nas páginas de internet de redes sociais nem de outros fornecedores a que pode aceder a partir das hiperligações disponíveis nas nossas páginas de internet. Para mais informações sobre as disposições de proteção de dados desses fornecedores, consulte a informação disponível nos respetivos sites.

 

  1. Recolha e tratamento dos seus dados pessoais

a. Quando visita as nossas páginas de internet, conservamos dados sobre o browser e o sistema operativo que utiliza, a data e a hora da visita, o estado de acesso (por ex., se conseguiu aceder a página de internet ou se foi exibida uma mensagem de erro), a utilização de funcionalidades da página de internet, os eventuais termos de pesquisa que inseriu, a frequência com que acede a  cada uma das páginas de internet, a designação dos ficheiros a que tenha acedido, o volume de dados transferidos, a página de internet a partir da qual visitou as nossas páginas de internet e as páginas de internet que visita a partir das nossas, quando clica nos links disponíveis nas nossas páginas de internet ou quando insere um domínio diretamente no campo de texto do mesmo separador (ou da mesma janela) do seu browser em que abriu as nossas páginas de internet. Além disso, por questões de segurança, sobretudo para prevenir e detetar ataques às nossas páginas de internet ou tentativas de fraude, nós armazenamos o seu endereço de IP e o nome do seu fornecedor de Internet durante sete dias.  

b. Apenas conservamos outros dados pessoais se os compartilhar connosco, por exemplo, no âmbito de um registo, de um formulário de contacto, de um chat, de um inquérito ou de um concurso ou para fechar um contrato, e, também nesses casos, apenas se nos der o seu consentimento ou se estivermos autorizados a fazê-lo de acordo com as disposições legais aplicáveis (ver ponto 7).

c. Não é obrigado legal ou contratualmente a fornecer os seus dados pessoais. Porém, é possível que determinadas funcionalidades das nossas páginas de internet dependam da cedência de dados pessoais. Nesses casos, se não fornecer os seus dados pessoais, as funcionalidades podem não ficar disponíveis ou ficar disponíveis apenas com restrições.  

 

  1. Finalidades da utilização  

a. Os dados pessoais que recolhemos durante uma visita às nossas páginas de internet são utilizados para tornar a utilização das páginas internet o mais confortável para si, assim como para proteger os nossos sistemas informáticos contra ciberataques e outras atividades ilícitas.

b. Caso compartilhe outros dados pessoais connosco, por exemplo, no âmbito de um registo, de um chat, de um inquérito ou de um concurso ou para fechar um contrato, informamos que estes dados são utilizados para os fins referidos, para fins de gestão de clientes e, sempre que necessário, para efeitos de processamento e regularização de processos de negócio, na medida do necessário.

c. Os seus dados poderão ser utilizados por nós para outros fins, como, por exemplo, para exibição de conteúdos ou publicidade personalizados com base no seu comportamento de utilização, e, se necessário, por terceiros selecionados, desde que para tal tenha dado o seu consentimento através do nosso Consent Management System (= autorização). Encontrará mais informações e opções de escolha aqui.

d. Para além disso, nós utilizamos dados pessoais, se a tal formos obrigados, por imposição legal, por ex., no âmbito de obrigações de conservação nos termos do direito comercial e fiscal ou de divulgação por ordem administrativa ou judicial, nomeadamente por ordem de um tribunal ou de um órgão de polícia criminal, por exemplo.

 

  1. Transmissão de dados pessoais a terceiros; plug-ins sociais; recurso a prestadores de serviços  

a. As nossas páginas de internet também podem conter ofertas de terceiros. Quando clica numa dessas ofertas, nós transmitimos na medida do necessário, dados para o respetivo fornecedor, como, por exemplo, a indicação de que encontrou a oferta no nosso website e, eventualmente, outras informações que tenha inserido nas nossas páginas anteriormente.  

b. Quando utilizamos, nas nossas páginas de internet, os chamados “plug-ins sociais” de redes sociais como o Facebook e o Twitter, estes são integrados da seguinte forma:  

Quando visita as nossas páginas da internet, os plug-ins sociais estão desativados, ou seja, não ocorre a transmissão de quaisquer dados para os operadores destas redes sociais. Se desejar utilizar uma das redes sociais, clique no respetivo Social Plug-in, para estabelecer uma ligação direta com o servidor da respetiva rede.

Se tiver uma conta de utilizador na rede e no momento de ativar o Social Plug-in tiver uma sessão iniciada na rede, a rede pode atribuir a sua visita às nossas páginas da internet à sua conta de utilizador. Se deseja evitá-lo, encerre a sua sessão na rede, antes de ativar o plug-in social na nossa página da internet. Uma rede social não é capaz de associar a visita a outras páginas da internet da Mercedes-Benz antes de ativar o plug-in social existente nas respetivas páginas.

Quando ativa um plug-in social, a rede social transfere os respetivos conteúdos disponibilizados diretamente para o seu browser, que os integra nas nossas páginas web. Nessa situação, a respetiva rede social também pode iniciar e comandar transferências de dados. A sua conexão com uma rede social e as transferências de dados realizadas entre a rede e o seu sistema, bem como as suas interações nessa plataforma, são regidas exclusivamente pelas disposições de proteção de dados da respetiva rede.  

O plug-in social fica ativo até que o desative ou elimine os seus cookies (ver ponto 5.d).

c. Quando clica numa hiperligação para uma oferta ou ativa um plug-in social, dados pessoais podem ser transmitidos para fornecedores localizados em países fora do Espaço Económico Europeu e que, do ponto de vista da União Europeia (“UE”), não garantem um “nível de proteção adequado” e equivalente às normas da UE relacionadas com o tratamento de dados pessoais. Considere esta situação antes de clicar num link ou de ativar um plug-in social e, com isso, iniciar a transmissão dos seus dados.  

d. Também utilizamos prestadores de serviços qualificados (prestadores de serviços de TI e agências de marketing) para operar, otimizar e proteger as nossas páginas da internet. Apenas lhes transmitimos dados pessoais se isso for estritamente necessário para disponibilizar e usar as páginas da internet e respetivas funcionalidades, para a prossecução de interesses legítimos, para cumprir obrigações legais ou desde que tenha dado o seu consentimento (ver ponto 7). Para mais informações sobre os destinatários dos dados, consulte o nosso Consent Management System.

 

  1. Cookies

a. Os cookies podem ser usados sempre que visita as nossas páginas da internet. Em termos técnicos, esses cookies são chamados de HTML cookies e outras ferramentas de software semelhantes, como Web/DOM Storage ou Local Shared Objects (conhecidos como “flash cookies”). Nós chamamos todos estes instrumentos de cookies.

b. Os cookies são pequenos ficheiros que são instalados no seu desktop, notebook ou dispositivo móvel quando visita uma página da internet. Eles permitem-nos, por exemplo, reconhecer se o dispositivo já esteve conectado às nossas páginas da internet, qual o idioma e outras configurações que prefere, bem como oferecer-lhe determinadas funcionalidades, como, por ex., a loja online ou o configurador de automóveis, ou reconhecer os seus interesses em função da sua utilização da página. Os cookies também podem conter dados pessoais.

c. O uso de determinados cookies durante a sua visita às nossas páginas da internet depende das áreas e funcionalidades por si utilizadas nas nossas páginas da internet e se aceita ou não  a utilização de cookies tecnicamente desnecessários no nosso Consent Management System. Encontrará mais informações e opções de escolha aqui.

d. Para além disso, a utilização de cookies depende das configurações do browser que utilizar, como, por ex., Microsoft Edge, Google Chrome, Apple Safari ou Mozilla Firefox.  A maioria dos browsers está pré-configurado para aceitar automaticamente determinados tipos de cookies, porém, geralmente, poderá alterar essa configuração. Pode eliminar cookies existentes sempre que quiser. Elementos do Web/DOM-Storage e Local Shared Objects podem ser eliminados separadamente. Para saber como o efetuar no seu browser ou dispositivo, consulte o manual do fabricante.

e. O consentimento (= autorização), bem como a recusa ou eliminação de cookies, estão conectadas ao dispositivo utilizado e, também, ao respetivo browser utilizado. Caso utilize vários dispositivos ou browsers, pode decidir configurar cada dispositivo e browser de maneira diferente.

f. Se decidir recusar a utilização de cookies ou apaga-los, é possível que nem todas as funcionalidades fiquem disponíveis ou que determinadas funcionalidades das nossas páginas da internet fiquem disponíveis apenas com restrições.

 

  1. Segurança  

Aplicamos medidas de segurança técnicas e organizativas para proteger os seus dados geridos por nós contra manipulações, perda, destruição e acesso não autorizado ou ilícito por pessoas não autorizadas. As nossas medidas de segurança são continuamente melhoradas de acordo com os desenvolvimentos tecnológicos.

 

  1. Fundamentos jurídicos do tratamento

a. Se nos tiver dado o seu consentimento para o tratamento dos seus dados pessoais, este constitui o fundamento jurídico do tratamento (art. 6.º, n.º 1, alínea a) do RGPD).

b. Para um tratamento de dados pessoais com a finalidade de celebração ou cumprimento de um contrato consigo, o fundamento jurídico é o art. 6.º, n.º 1, alínea b) do RGPD.

c. Se o tratamento de seus dados pessoais for necessário para o cumprimento das nossas obrigações jurídicas (por exemplo, conservação de dados), nós estamos autorizados a fazê-lo nos termos do art. 6.º, n.º 1, alínea c) do RGPD.

d. Além disso, tratamos dados pessoais para fins de defesa dos nossos interesses legítimos, bem como dos interesses legítimos de terceiros em conformidade com o art. 6.º, n.º 1, alínea f) do RGPD. Tais interesses legítimos incluem a conservação da capacidade funcional dos nossos sistemas informáticos, a comercialização (direta) de produtos e serviços próprios e de terceiros (desde que isso não aconteça com seu consentimento), bem como a documentação legalmente necessária de contactos comerciais. No âmbito da ponderação de interesses respetivamente necessária, nós consideramos principalmente o tipo de dados pessoais, a finalidade e as circunstâncias do tratamento, assim como o seu interesse na confidencialidade dos seus dados pessoais.

 

  1. Apagamento dos seus dados pessoais

O seu endereço de IP e o nome do seu fornecedor de serviços de Internet, que conservamos por motivos de segurança, são apagados após sete dias. Quanto aos restantes dados, os mesmos são apagados logo que o fim para o qual os recolhemos e tratamos deixe de existir. A partir desse momento, o armazenamento de dados apenas é realizado se tal for exigido de acordo com a legislação da União Europeia, de um estado membro da União Europeia, ou de países terceiros, quando aplicável, se existir um nível adequado de proteção de dados. Se não for possível uma eliminação em casos individuais, os dados pessoais correspondentes são marcados com o objetivo de limitar o seu tratamento futuro.

 

  1. Direitos do titular dos dados

a. Na qualidade de titular dos dados pessoais, tem direito de acesso (art. 15.º do RGPD), retificação (art. 16.º do RGPD), apagamento (art. 17.º do RGPD), limitação do tratamento (art. 18.º do RGPD), e portabilidade (art. 20.º do RGPD) dos seus dados pessoais.  

b. Caso tenha consentido no tratamento dos seus dados pessoais, constituindo este o fundamento jurídico do tratamento, tem ainda o direito de retirar o seu consentimento em qualquer altura. A retirada do consentimento não compromete a licitude do tratamento efetuado com base no consentimento previamente dado. Do mesmo modo, também não afeta o tratamento adicional destes dados com base noutro fundamento jurídico, nomeadamente, para o cumprimento de obrigações legais (ver secção «Fundamento jurídico do tratamento»).

c. Direito de oposição  

Tem o direito de, a qualquer altura e por razões inerentes à sua situação particular, se opor ao tratamento dos dados pessoais pertinentes e que lhe digam respeito, com base no disposto na alínea e) do n.º 1 do Artigo 6.º do RGPD (tratamento de dados de interesse público) ou na alínea f) do n.º 1 Artigo 6.º do RGPD (Tratamento de dados com base na ponderação de interesses). Em caso de oposição, só poderemos voltar a tratar os seus dados pessoais caso seja possível demonstrar motivos imperiosos e legítimos para esse tratamento, que predominem sobre os seus interesses, direitos ou liberdades, ou para efeitos de declaração, exercício ou defesa de um direito, no âmbito de um processo judicial.

d. Se possível, solicitamos que envie as suas questões ou reclamações para o seguinte endereço de contacto:  

 

Mercedes-Benz Portugal, S.A.  

Rua Gottlieb Wilhelm Daimler, Nº 20

2710-037 Sintra

Portugal

E-mail: protecaodados.mbportugal@mercedes-benz.com

 

Caso considere que o tratamento dos seus dados pessoais infringiu as disposições legais, tem o direito a apresentar reclamação perante as autoridades de controlo em matéria de proteção de dados (artigo 77.º do RGPD).

 

  1. Newsletter  

Se subscrever uma newsletter oferecida na nossa página web, os dados fornecidos para a subscrição da newsletter serão utilizados apenas para o envio da newsletter, a não ser que autorize o tratamento dos mesmos com outra finalidade. Pode cancelar a subscrição em qualquer altura, através da possibilidade de cancelamento prevista na newsletter.

 

  1. Serviço de acesso central da Mercedes-Benz Group AG  

O serviço de acesso central da Mercedes-Benz Group AG permite que entre em todos os sites e aplicações do Grupo Mercedes-Benz e das suas marcas que estejam associados a este serviço. Os respetivos termos de utilização aplicáveis contêm regulamentos especiais de proteção de dados. Pode aceder a estes termos de utilização nas respetivas páginas de início de sessão das páginas de internet e aplicações ligados.

Transmissão de dados a destinatários fora do Espaço Económico Europeu  

a. Em caso de recurso a prestadores de serviços (ver ponto 4. d.) e à transmissão de dados com seu consentimento (= autorização) para terceiros (ver ponto 3.c), podem ser transmitidos tratados  dados pessoais para e em destinatários localizados fora da União Europeia (“EU”), da Islândia, do Liechtenstein e da Noruega (= Espaço Económico Europeu), em especial nos EUA e Índia.  

b. Nos países a seguir existe, segundo a perspectiva da UE, um nível de proteção adequado e correspondente aos padrões europeus para o tratamento de dados pessoais (a chamada decisão de adequa-ção): Andorra, Argentina, Canadá (limitada), Ilhas Faroé, Guernsey, Israel, Ilha de Man, Japão, Jersey, Nova Zelândia, Suíça, Uruguai. Com destinatários em outros países, nós concordamos com o uso de cláusulas contratuais padrão da UE, regulamentações vinculati-vas da empresa ou outros mecanismos permitidos para criar um "nível de proteção adequado" de acordo com os requisitos legais. Pode solicitar mais informações a respeito junto dos contatos men-cionados no ponto 9.d. acima.

 

Data: outubro de 2020

 

WLTP

O novo procedimento de testes de consumo e de emissões de gases de escape WLTP (Worldwide Harmonized Light-Duty Vehicles Test Procedure ou procedimento de teste global harmonizado para veículos ligeiros) assegura mais transparência e vem substituir sucessivamente o NEDC (novo ciclo de condução europeu). O WLTP é obrigatório para todos os estados-membros da UE; outros estados estão a testar uma introdução posterior. 

 

Esclarecimento sobre o WLTP e o NEDC

A partir de 1 de setembro de 2017, foi introduzido com o WLTP um novo procedimento para testes de consumo e de emissões de gases de escape, o qual deverá fornecer resultados de teste mais próximos da condução real do que o atual NEDC. Todos os veículos desenvolvidos recentemente ou os veículos equipados com agregados novos estão certificados de acordo com o WLTP desde setembro de 2017. A partir de setembro de 2018, o regulamento WLTP será aplicável a todos os veículos que requeiram nova homologação. Desta forma, o portfólio de veículos ligeiros de passageiros smart deverá ser certificado conforme o WLTP até agosto de 2018. Na fase de transição, serão oferecidos em paralelo veículos com certificação WLTP e com certificação NEDC. Além disso, haverá um valor de consumo NEDC derivado das condições-limite do WLTP, que também será mais elevado. Esta informação será incluída nos documentos de venda até 2020.

Comparação do WLTP e do NEDC

 WLTPNEDC
Temperatura de arranquefriofrio
Duração do ciclo1.800 s 1.180 s 
Tempo de imobilização242 s 267 s 
Percentagem de tempo de paragem13,4% 22,6% 
Distância23.262 m 10.931 m 
Velocidade máxima autorizada131,3 km/h 120 km/h 
Velocidade média 46,5 km/h 33,35 km/h 
Equipamento especial do modelo individualsão considerados para peso, aerodinâmica, resistência ao rolamento, consumo da rede de bordo; sem ar condicionado 

continuam a não ser considerados, excetuando os pneus;  

sem ar condicionado 

Temperatura23°C 25 +/- 5°C

 

O que significa isto para mim como cliente?

A introdução do WLTP (Worldwide Harmonized Light Vehicle Test Procedure) garante mais transparência no que diz respeito ao consumo de combustível. Os clientes beneficiam do WLTP, uma vez que fornece um termo de comparação realista para os valores de consumo e de emissões de diferentes modelos de veículos. As diferentes condições-limite, aliás, implicarão também a alteração dos valores de CO2 e de consumo: devido ao processo, um veículo idêntico em termos técnicos terá no WLTP um valor de CO2 e de consumo numericamente superior ao NEDC (novo ciclo de condução europeu). Isto deve-se ao facto de o novo ciclo levar em consideração equipamentos especiais e ter condições-limite mais rigorosas.

O WLTP fornece valores exatos.

Uma vez que o WLTP considera o equipamento individual do veículo, os valores são mais precisos do que no NEDC, sendo praticamente específicos do veículo em questão. Isto não provoca qualquer alteração no consumo quotidiano atual.
A partir de setembro de 2017, será introduzido na indústria automóvel um novo procedimento para testes de consumo e de emissões de gases de escape; todos os tipos de veículos com nova certificação serão analisados em conformidade com o WLTP. O valor de consumo NEDC continuará a ser apurado em paralelo e apresentado nos materiais promocionais como o único valor de consumo válido.
Até setembro de 2018, a smart irá certificar o seu portfólio sucessivamente em conformidade com o WLTP. A partir deste momento, os novos valores WLTP serão previsivelmente divulgados em todos os documentos de venda e restantes publicações. Os modelos descontinuados serão apresentados com o consumo NEDC.

Introdução do ciclo WLTP.

O WLTP pretende harmonizar o procedimento de testes ao nível global. O objetivo é fornecer resultados de teste mais próximos da condução real do que o procedimento NEDC. Os veículos usados não são afetados por esta alteração e irão manter os seus valores NEDC certificados. Pelo menos até ao final de 2020, serão apurados para todos os veículos tanto valores WLTP, como valores NEDC, os quais poderão ser consultados em paralelo nos documentos do veículo a partir da respetiva certificação. A partir de 2021, os valores de medições WLTP apurados serão os únicos valores de consumo e de emissões para todos os veículos ligeiros de passageiros, desde que o respetivo estado-membro da UE tenha adaptado o seu sistema fiscal para o efeito. As fases de teste efetivas do WLTP são abreviadas com a designação WLTC e dividem-se em três classes. Praticamente todos os veículos ligeiros de passageiros são testados na Classe 3 do WLTC (Worldwide Harmonized Light-Duty Vehicles Test Cycle), que é aplicável a todos os veículos ligeiros de passageiros com uma relação peso-potência superior a 34 kW/t (46 CV/t massa sem carga).

O WLTP: mais transparência.

Graças ao WLTP, os clientes smart têm à mão valores de consumo específicos do veículo, que são não só mais realistas, como também mais transparentes. A comparabilidade transversal aos fabricantes e aos modelos mantém-se, mas os consumos apurados são mais próximos do quotidiano e consideram fatores mais diferenciados do que no NEDC. A smart defende também um novo teste de laboratório mais realista, bem como medições na estrada, o que proporciona mais clareza, transparência e segurança aos clientes smart. Com a introdução do WLTP e do RDE (Real Driving Emissions), dá-se um importante passo nesse sentido.

O que significa isto para os clientes?

No futuro, através da seleção de equipamentos especiais, os clientes poderão apurar o valor de CO2 do seu modelo de veículo com maior precisão do que até à data. De modo a garantir clareza e a máxima transparência possível, a smart irá acompanhar ativamente as fases de introdução do WLTP e informar os concessionários e os clientes de forma direcionada. Isto incluirá também uma nova forma de apresentação relacionada com os equipamentos: do modelo com o consumo de energia mais baixo à versão com os requisitos energéticos mais elevados. Em termos numéricos, esta amplitude vai de "WLTP Low" (equipamento especial mínimo) até "WLTP High" (equipamento especial máximo).

Poderá solicitar os seus resultados RDE desta forma.

Conheça o comportamento de emissões do seu veículo em condições reais.

A designação "Real Driving Emissions" (RDE) descreve o comportamento de emissões de gases de escape real de automóveis, veículos comerciais pesados e autocarros na utilização quotidiana. Até à data, as medições dos gases de escape para a homologação de um modelo eram realizadas exclusivamente em bancos de ensaio. Desde a entrada em vigor da legislação RDE (UE) 427/2016 em março de 2016, as emissões deverão ser medidas também na condução real, no âmbito de um quadro definido. Em conjunto com os valores limite RDE, que deverão ser cumpridos na condução real a partir de setembro de 2017, trata-se de um passo significativo em direção a um futuro automóvel mais limpo e menos poluente.

Os resultados RDE dos nossos veículos smart, obtidos não só por nós enquanto fabricantes, mas também por entidades independentes com aprovação estatal, podem ser solicitados no seguinte endereço, indicando a família de teste PEMS do seu veículo smart (https://www.acea.be/publications/article/access-to-euro-6-rde-monitoring-data).

Os resultados das medições WLTP dos modelos smart.

SérieEmissões de CO2 mín.(combinadas)Emissões de CO2 máx. (combinadas)Autonomia mín.Autonomia máx.Consumo de energia mín.Consumo de energia máx.
smart EQ fortwo0 g/km [1]0 g/km [1]125 km [1]135 km [1]17,1 kWh/100 km [1]18,6 kWh/100 km [1]
smart EQ fortwo cabrio0 g/km [1]0 g/km [1]123 km [1]132 km [1]17,6 kWh/100 km [1]18,9 kWh/100 km[1]
smart EQ forfour0 g/km [1]0 g/km [1]120 km [1]130 km [1]17,8 kWh/100 km [1]19,4 kWh/100 km[1]

 

Questões frequentes.

 

O que é o WLTP?

A abreviatura WLTP significa Worldwide Harmonized Light-Duty Vehicle Test Procedure (procedimento de teste global harmonizado para veículos ligeiros) e é um procedimento de teste que apura os valores de consumo e de emissões dos gases de escape de um veículo num dinamómetro. A partir de 1 de setembro de 2017, o WLTP será introduzido progressivamente, acabando por substituir o anterior procedimento de teste NEDC.

Graças à sua abordagem dinâmica, o WLTP aproxima-se significativamente mais da condução efetiva do que os procedimentos até à data. O WLTP distingue-se por acelerações visivelmente superiores, bem como por um perfil de condução substancialmente mais dinâmico. A velocidade máxima autorizada é elevada para 131 km/h e a velocidade média aumenta para 47 km/h.

O tempo de condução é prolongado para 10 minutos, a percentagem de percursos em autoestrada representados no banco de ensaio aumenta e, em simultâneo, os tempos de imobilização são encurtados. O percurso de condução duplica para 23 quilómetros.

Os pontos de acionamento são calculados previamente de modo específico para o veículo e a cadeia cinemática em questão. Todos os equipamentos especiais que podem influenciar a aerodinâmica, a resistência ao rolamento ou a massa do veículo passarão a ser incluídos na avaliação. O consumo de energia de funções conforto levará também a um aumento do valor de CO2. Na primeira fase do WLTP será excluído apenas o ar condicionado. Com o WLTP, pretende introduzir-se uma norma obrigatória a nível mundial.

Os países da UE serão os pioneiros neste campo. Isto ajuda a comparar o consumo de combustível e as emissões poluentes de veículos de diferentes fabricantes. Além disso, as normas contribuem para que as entidades oficiais possam verificar o cumprimento dos valores limite dos gases de escape definidos por lei, desde os hidrocarbonetos (HC) ao monóxido de carbono (CO), ao óxido de azoto (NOx) e às partículas.

O que é o WLTC?

Os ciclos de condução do WLTP são designados de WLTC – Worldwide Harmonized Light-Duty Vehicles Test Cycle (ciclo de teste global harmonizado para veículos ligeiros). Para os diversos tipos de veículo foram desenvolvidos três ciclos de condução diferentes no WLTP, os quais levam em consideração a respetiva relação potência/peso. A maior parte dos veículos ligeiros de passageiros homologados na UE, os quais têm uma relação peso-potência superior a 34 kW/t (46 CV/t), são atribuídos à Classe 3 do WLTC. O ciclo de testes para veículos da Classe 3 é composto por quatro partes: Low, Medium, High, Extra High. Estas partes simulam a operação do veículo dentro e fora das cidades, bem como em vias rápidas e autoestradas.

O que é o NEDC?

O NEDC (novo ciclo de condução europeu) é o ciclo de testes atualmente válido para os veículos ligeiros de passageiros. O primeiro ciclo de condução europeu entrou em vigor em 1970 com o objetivo de disponibilizar aos clientes valores comparáveis e replicáveis, transversais a todos os fabricantes automóveis. Em 1992, foi ampliado ao trânsito urbano. A velocidade média de 34 km/h no NEDC é reduzida, assim como as especificações de aceleração e a velocidade máxima de 120 km/h. A composição do ciclo já não corresponde à distribuição média atual dos diferentes tipos de percurso.

A aerodinâmica, o peso, o consumo de energia realizado por equipamentos adicionais e funções conforto como o ar condicionado, o rádio ou o aquecimento do banco não são levados em consideração na medição. A isto acrescem parâmetros tecnológicos que favorecem a ocorrência de desvios.

A tecnologia start/stop tem uma influência relativamente grande no NEDC, uma vez que o NEDC inclui uma grande percentagem de tempos de imobilização. Em veículos com caixas de velocidades manuais, não são considerados parâmetros específicos do veículo no apuramento dos momentos de troca de velocidades.

Isto pode causar grandes desvios de consumo em relação à condução real. Considerando a evolução tecnológica contínua, o NEDC já não se encontra atualizado, tendo-se tornado obsoleto.

O que é o RDE?

RDE significa Real Driving Emissions e constitui uma prova de estrada para a verificação das emissões poluentes e descreve o comportamento de emissões de veículos testado em condições reais na estrada. Até à data, as medições dos gases de escape para a homologação de um modelo eram realizadas exclusivamente em bancos de ensaio. Desde março de 2016, as emissões deverão ser medidas também na condução real, no âmbito de um quadro definido. Com a ajuda de um dispositivo PEMS (Portable Emissions Measurement System ou sistema de medição de emissões portáteis ), são medidas as emissões de óxido de azoto (NOx), bem como de monóxido de carbono (CO). Posteriormente, serão apuradas também as emissões de partículas. Não existe um ciclo fixo para este efeito, uma vez que a condução e as medições são realizadas no trânsito quotidiano, cumprindo o código da estrada. Os veículos são conduzidos entre 90 e 120 minutos em vias públicas, com um terço do percurso realizado no trânsito urbano, um terço realizado fora das localidades e outro terço em autoestrada. Para a cidade está prevista uma velocidade média entre 15 e 30 km/h, na autoestrada a velocidade deverá manter-se entre 90 e 110, no mínimo, sem ultrapassar os 145 km/h. A temperatura exterior deverá estar entre os 0 e os 30 °C e o ar condicionado encontra-se ativado.

O percurso de teste não deve ser realizado a mais de 700 metros acima do nível do mar e deve apresentar uma diferença de altitudes de apenas 100 metros. A partir de setembro de 2017, os valores limite de emissões da norma Euro 6 terão de ser cumpridos nas provas de estrada no RDE. Isto aplica-se, numa primeira fase, a partir de 1 de setembro de 2017, aos modelos que requeiram nova certificação e o mais tardar a partir de 1 de setembro de 2019 a todos os modelos.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O nosso site contém hiperligações para outros sites e canais de redes sociais. Não temos influência no cumprimento das normas aplicáveis em matéria de proteção de dados por parte dos respetivos operadores. Consulte as páginas do site do prestador para obter informações acerca da respetiva política de privacidade. As hiperligações externas encontram-se devidamente identificadas no nosso site, pelo que, antes de clicar numa hiperligação externa, será informado de que estará a abandonar o nosso site.